Menu
Busca quinta, 18 de agosto de 2022
(67) 99874-0557
PROSOLO

Entidades e produtores se unem para recuperar áreas degradadas na região do Taquari

Em pouco tempo o projeto recuperou em torno de 230 hectares de terraços

23 maio 2022 - 14h56Por Priscilla Peres

Recuperar e conservar o solo é uma lição que o produtor rural de Mato Grosso do Sul aprendeu e tem posto em prática. Coxim, município da região Norte do Estado, produtores se uniram a entidades e o Governo do Estado, para agir na recuperação da microbacia do rio Pontinha.

continua depois da publicidade
Campanha Pantanal Agrícola 01 300x250

A região acumula anos de degradação e exploração do solo sem os devidos cuidados. Mas desde 2021, a partir do Plano Estadual de Manejo e Conservação do Solo e Água (PROSOLO), o cenário tem mudado. Em pouco tempo o projeto recuperou em torno de 230 hectares de terraços, além da locação de outros 199 hectares, e agora levará assistência técnica e gerencial gratuita para 22 propriedades rurais. 

O Instituto Taquari Vivo (ITV), Senar/MS e Prefeitura Municipal se uniram ao Governo do Estado e aos produtores rurais da região, para um trabalho consistente e efetivo na recuperação do entorno do rio Taquari, o principal da região.

O plano tem por objetivo fazer uma recuperação de mais de 2.500 hectares em terraço de conservação de solo, recuperar APPs (áreas de preservação permanente), nascentes e fazer adequação de estradas rurais. O sistema é interligado, beneficiando não só a microbacia, mas toda a cadeia produtiva local, como explica o diretor executivo do ITV, Renato Roscoe.

“O Instituto trabalha em uma abordagem integrada, onde toda a propriedade é considerada, assim como o seu entorno. A microbacia tem o seu planejamento  por inteiro, sendo que cada propriedade tem as ações indicadas em sintonia com os vizinhos. Entendemos que a restauração ambiental do Taquari vai acontecer em conjunto com a melhoria da produção pecuária, em uma visão de recuperação das pastagens, proteção dos mananciais hídricos e melhoria nos índices zootécnicos”, afirmou Roscoe.

Preocupado com as questões ligadas ao assoreamento do Rio Taquari, o Sindicato Rural de Campo Grande, Rochedo e Corguinho (SRCG), também tem mobilizado a cadeia produtiva, promevendo discusões para amenizar os problemas da bacia. 

"Esse é um problema que se arrasta por décadas, temos que aproveitar o trabalho do PROSOLO e todos os envolvidos para intensificar as ações. Recentemente reunimos diversos produtores, autoridades e tecnicos, para buscar soluções e alternativas que amenizem os impactos ambientais na região. Temos muito trabalho pela frente, o caminho é longo e o primeiro passo já foi dado”, explica o presidente do SRCG, Alessandro Coelho.

     IMG_2718(foram realizados a locação de 199 hectares na microbacia do Pontinha)

Parcerias estratégicas

A partir de uma política estruturante, o Governo do Estado espera a adoção de boas práticas de produção e sustentabilidade que resultem em melhorias consideráveis na região, como melhora no assoreamento dos rios, preservação da mata ciliar e a colaboração para o programa Estado Carbono Neutro. 

“Nosso objetivo é diminuir o impacto ambiental das más ações realizado no passado e, a partir de agora, construir a política de neutralização da emissão dos gases do efeito estufa dos produtores da área, colaborando para o projeto estadual de Estado Carbono Zero em 2030", destacou o governador Reinaldo Azambuja sobre o tema.

As propriedades cadastradas no PROSOLO recebem orientações técnicas através do  programa de ATeG, do Senar/MS, com dois  técnicos de campo permanentes na região. 

“O Senar chega para dar suporte ao Instituto Taquari Vivo nesse projeto. Estamos trazendo assistência técnica às propriedades, fundamental para termos uma evolução sustentável”, explica o coordenador do programa de ATeG Bovinocultura de Corte do Senar/MS, Fabiano Pessati.

O poder público do município de Coxim está inserido no processo e tem intensificado a recuperação das estradas vicinais da zona rural da região. 

“Esse projeto é Incrível. Acreditamos que a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento sustentável, é essencial para a presente e futuras gerações. Toda vez que ações como essa são pensadas e colocadas em prática, temos um ganho de qualidade de vida considerável", destaca presidente da câmara municipal de Coxim, Willian Meira,

(Produtores  recebem assistência técnica gratuita, a fim de diminuir o assoreamento)

Colhendo frutos

O produtor não é só um agente de transformação no projeto, como também o principal beneficiado. Francisco Rocha, faz parte da Associação Agrícola Nova Aliança, que contempla 48 propriedades rurais. Ele conta que as ações já melhoraram 100% o trabalho na região.

“Na minha chácara tínhamos muitos problemas com erosão e estrada, com o projeto conseguimos solucionar essas questões, o que foi muito positivo para nós, tanto em termos de produção, quanto de meio ambiente”, concluiu.

Francisco é um dos 22 proprietários rurais inseridos no programa. Gestor de desenvolvimento rural da Agraer, Oscar Serrou Camy, responsável pelo projeto na região,  acredita que em breve os demais proprietários também  farão adesão no PROSOLO. 

“Estamos bem satisfeitos com os resultados até aqui, temos uma boa adesão e participação dos produtores, que têm sido o grande parceiro do projeto. Com pouco mais de 60 dias de trabalho de campo já avançamos muito. Ainda este ano queremos avançar na recuperação das APPs, temos muitas matas ciliares e nascentes que precisam ser recuperadas, é uma área que precisamos avançar”, explicou o técnico da Agraer.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TECNOLOGIA E INFORMAÇÃO
Sindicato Rural de Campo Grande reúne palestrantes nacionais de 8 e 11 de junho
AGRICULTURA
Aprosoja/MS identifica avanço na qualidade dos fertilizantes utilizados na soja
Do Pantanal para o mundo
Bolsas de luxo, sustentabilidade e empoderamento no Pantanal
SUINOCULTURA
Suinocultores de MS avançam índices de sustentabilidade e são reconhecidos por isso
ANÁLISE IMEA
Óleo de soja valoriza com demanda externa
ANÁLISE CEPEA
Cotações do milho disparam no porto de Paranaguá-PR
GRÃOS
Colheita da soja está praticamente finalizada em Querência - MT
REFLEXOS DA GUERRA
Importações de fertilizantes de Belarus ao Brasil foram suspensas
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
No Irã, ministra mostra potencial de exportação de produtos brasileiros
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
Tereza Cristina viaja ao Irã para ampliar as relações comerciais com o agro brasileiro