Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
(67) 99874-0557
Campanha Agrinho 11-10 10-09
CENSO AGROPECUÁRIO

Trajetos do Censo Agro ajudam a mapear deslocamentos no país

Os dispositivos registraram aproximadamente 17,8 milhões de km percorridos

21 outubro 2019 - 16h41Por IBGE*

Em 2017, o Censo Agropecuário visitou mais de 5 milhões de estabelecimentos e envolveu, além de centenas de funcionários do IBGE, 20 mil recenseadores. Eles foram responsáveis por visitar cada estabelecimento, registrar suas coordenadas, aplicar os questionários e armazenar tudo em seu DMC – sigla para dispositivo móvel de coleta. Os dispositivos registraram sucessivos intervalos de posicionamento e, a partir desse material, o IBGE disponibilizou os Trajetos dos Recenseadores do Censo Agropecuário 2017.

continua depois da publicidade
Campanha Agrinho 11-10 10-09

Inicialmente, os trajetos registrados tinham como finalidade oferecer um novo instrumento de supervisão da coleta, visando contribuir na garantia da cobertura universal. Contudo, em face do volume e do grau de dispersão territorial atingido, os trajetos assumiram relevância por si só.

“Os Trajetos dos Recenseadores permitem dar visibilidade a trilhas e estradas vicinais que muitas vezes não constam dos mapeamentos sistemáticos, mas que ajudam imensamente a definição das melhores rotas para se chegar aos domicílios ou estabelecimentos a serem recenseáveis”, explica Fernando Ramalho, da equipe de Cadastro Nacional de Endereços para Fins Estatísticos (Cnefe), do IBGE.

Rodando um aplicativo inteiramente desenvolvido pelo IBGE, com auxílio de GPS, o DMC mostrava o caminho correto, qual o estabelecimento mais próximo, se havia rios no percurso e para onde ir depois, por exemplo. Foi a primeira vez, numa operação censitária, que se armazenaram coordenadas de forma sistemática a cada pequeno intervalo de tempo durante a coleta, a fim de apresentar cartograficamente os trajetos percorridos pelos recenseadores.

Fernando Ramalho conta que, nas operações censitárias anteriores, o conhecimento territorial dos caminhos seguidos pelos recenseadores em áreas remotas ou de difícil acesso sempre foi perdido ao fim do trabalho. “Porém, com o registro dos caminhos sistematizados neste produto, outros agentes ou recenseadores poderão se orientar por esses trajetos em outras operações, aumentando assim a eficiência do trabalho de campo”, esclarece, acrescentando que todo o trabalho foi realizado sem nenhum custo extra para o instituto.

Os trajetos do Censo Agropecuário 2017 estão disponíveis para todos os municípios em arquivos no formato kml, que podem ser visualizados pelo Google Earth ou outros sistemas de informações geográficas.

*Fonte: Agência Notícias IBGE

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAFRA DE MILHO
Com 109 sacas, por hectare, Alcinópolis tem a maior produtividade média de MS, na safrinha
ANÁLISE CEPEA
Com novo reajuste, preço do ovo branco se aproxima do recorde nominal
SAFRA DE SOJA 21/22
Incertezas com relação ao comportamento do clima esfriam expectativas de super safra em MS
MERCADO DA SOJA
Saca da soja acumula valorização de 13% em 12 meses, em MS
MANEJO APÍCOLA
A exemplo das abelhas, gestão e logística são essenciais na multiplicação dos enxames
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Cientistas combinam imagens multiespectrais com raios X para analisar sementes
GESTÃO DE RISCOS
Guia virtual orienta produtores sobre o funcionamento do seguro rural
MERCADO FINANCEIRO
Bolsa cai pelo segundo dia e perde 2,48% em agosto
CRÉDITO FUNDIÁRIO
Prazo para análise de financiamento de imóvel para agricultores familiares diminui para seis meses
ANÁLISE CEPEA
Dados oficiais do IBGE confirmam baixa oferta de animais para abate