Menu
Busca segunda, 26 de julho de 2021
(67) 99874-0557
BANNER TOPO
ANÁLISE CEPEA

Última semana da quaresma é marcada por preços estáveis

No geral, mercado de ovos apresentou bom desempenho de vendas no período

22 abril 2019 - 17h01Por Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Cepea, 22/04/2019 – Apesar da estabilidade nas cotações dos ovos comerciais, o ritmo de negócios esteve mais intenso na semana passada. Com isso, colaboradores do Cepea afirmam que, no geral, o mercado de ovos apresentou bom desempenho de vendas no período de Quaresma deste ano. Entre 11 e 18 de abril, as cotações do ovo tipo extra, branco, colocado na Grande São Paulo, registraram elevação de 0,3%, com a média da caixa com 30 dúzias passando para R$ 94,42 nessa quinta-feira, 18.

continua depois da publicidade
COMPANHA IMPACT 728X60
continua depois da publicidade
Horta Orgânica

Para o produto vermelho, entregue na Grande SP, houve alta de 0,9% de 11 a 18 de abril, com a caixa de 30 dúzias comercializada a R$ 110,87 na quinta-feira. Com o encerramento da Quaresma, avicultores consultados pelo Cepea se mostram receosos com o possível enfraquecimento das vendas nas próximas semanas. Parte dos agentes, inclusive, já cogita intensificar os descartes de poedeiras mais velhas.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FINANÇAS
Com informação, orçamento familiar tem melhora de até 70% na rentabilidade
MERCADO INTERNACIONAL
Temor com variante delta eleva dólar para R$ 5,25
ANÁLISE CEPEA
Indicador do milho se aproxima de R$100/sc
ESPECIAL PUBLICITÁRIO
90 Anos da Fendt e 25 anos da transmissão vario
ANÁLISE CEPEA
Preço da soja volta a subir com força no Brasil
OPORTUNIDADE!
Embrapa realiza curso sobre pecuária de leite para jornalistas
ANÁLISE CEPEA
Geadas afastam vendedores do spot; Milho volta a se valoriza
ESPECIAL PUBLICITÁRIO
Aplicações com resina epóxi transformam cortes de madeira e até pedras em finas obras de decoração
SAFRA 2021/22
Ministério da Agricultura lança plano safra 2021/22 nesta terça-feira (22)
MERCADO INTERNACIONAL
Exportações de carne suína de Mato Grosso do Sul crescem 131% em 2021