Menu
Busca domingo, 01 de agosto de 2021
(67) 99874-0557
ANUNCIO IMPACT 1260X200 INSERÇÃO 03
MERCADO INTERNACIONAL

Exportações de carne suína de Mato Grosso do Sul crescem 131% em 2021

Hong Kong segue como principal cliente do estado, correspondendo a 69,4% da receita

21 junho 2021 - 08h36Por Agência Rural

As exportações de carne suína, in natura, de Mato Grosso do Sul somaram US$ 13,3 milhões, nos cinco meses de 2021. Aumento de 131,39% no faturamento em relação ao mesmo período de 2020. Foram 7,5 mil toneladas, com crescimento 107,12% no volume. Os dados foram compilados pelos técnicos do Sistema Famasul e disponibilizados no último Boletim Casa Rural.

continua depois da publicidade
ANUNCIO IMPACT 728X60 INSERÇÃO 03 OK
continua depois da publicidade
Campanha Estampi Art 01 Square Banner

O principal destino, em 2021, segue sendo Hong Kong. O País responde por 69,41% da receita com as vendas externas de carne suína, in natura, do estado. Comprou 4 mil toneladas, o dobro do volume negociado no mesmo período de 2020. O segundo lugar no ranking, com 15,82%, foi ocupado por Cingapura.

No cenário nacional, MS responde por 1,32% da receita e ocupa o sexto lugar no ranking das exportações de carne suína.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPECIAL PUBLICITÁRIO
Fendt IDEAL: nenhuma outra colheitadeira oferece mais tecnologia e potência
SISTEMAS ALIMENTARES
Combate à fome e papel das mulheres na produção de alimentos são temas de evento em Roma
SEGURANÇA ALIMENTAR
PAA já entregou mais de 570 toneladas de alimentos para doação em MS
ANÁLISE CEPEA
Queda externa interrompe movimento de alta dos preços da soja no Brasil
ECONOMIA
MS se mantém na liderança da exportação de tilápia no primeiro semestre de 2021
FINANÇAS
Com informação, orçamento familiar tem melhora de até 70% na rentabilidade
MERCADO INTERNACIONAL
Temor com variante delta eleva dólar para R$ 5,25
ANÁLISE CEPEA
Indicador do milho se aproxima de R$100/sc
ESPECIAL PUBLICITÁRIO
90 Anos da Fendt e 25 anos da transmissão vario
ANÁLISE CEPEA
Preço da soja volta a subir com força no Brasil