Menu
Busca domingo, 13 de junho de 2021
(67) 99874-0557
Programa de fidelização banner 03
ANÁLISE CEPEA

Carne suína: Diferença entre preço de exportação e o praticado no país diminuiu

Queda da taxa de câmbio reduziu o valor em Reais recebido pelos exportadores

21 junho 2019 - 12h30Por Esalq/Cepea-Usp*
O forte ritmo das exportações brasileiras de carne suína na parcial de junho segue elevando o valor da proteína no mercado doméstico, segundo informações do Cepea. 
 
No front externo, a carne exportada pelo País nos 10 primeiros dias úteis deste mês teve ligeira valorização frente ao preço que era praticado em maio. Porém, o arrefecimento da taxa de câmbio diminuiu o valor em Reais recebido pelos exportadores. 
 
Diante dessas movimentações, a diferença entre os preços da carne exportada e da comercializada no País estreitou-se. Apesar de o valor recebido pela carne vendida ao front externo estar mais próximo do praticado no mercado brasileiro, a atratividade das exportações continua bastante elevada.
 
* Conteúdo: Cepea/Esalq-Usp

continua depois da publicidade
A DE ABELHA - ALFABETIZAÇÃO 02
continua depois da publicidade
A DE ABELHA - ALFABETIZAÇÃO

Deixe seu Comentário

Leia Também

ANÁLISE CEPEA
Com baixa oferta de animais em peso de abate, preço do suíno vivo sobe
SUA LAVOURA MERECE!
Com 517 cv, Fendt 1000 Vario esbanja tecnologia e é considerado o maior trator monobloco do mundo
BIOTECNOLOGIA
Região Sul-Fronteira de MS é a que mais se dedica ao manejo biológico da soja
70 ANOS!
Eduardo Riedel confirma apresentação nos 70 anos do SRCG
ANÁLISE CEPEA
Alta externa eleva movimentação de soja nos portos brasileiros
MADEIRA
Com grande reserva de madeira, MS tem potencial de exportação para gigantes da celulose
RECURSOS HÍDRICOS
MS mantém destaque nacional no cumprimento de metas da ANA na gestão de recursos hídricos
ENERGIA
Semagro entrega licença de operação para usina inédita movida a biomassa de eucaliptos
TECNOLOGIA
Sem tratamento antifúngico adequado, pecuarista pode perder até um terço da silagem
ECONOMIA
Valor da Produção Agropecuária de 2021 deve ser 12,4% maior que o do ano passado