Menu
Busca terça, 02 de março de 2021
(67) 99874-0557
Programa de fidelização banner
ANÁLISE CEPEA

Preço do bezerro absorve aumento de produtividade

11 julho 2019 - 15h30Por Esalq/Cepea-Usp*

Analisando-se a série de dados de bezerro do Cepea, iniciada em 2000, verifica-se que, naquele período, o peso médio do animal de desmame em Mato Grosso do Sul era de 180 kg.

continua depois da publicidade
Programa de fidelização banner 02

Nesse mesmo período, a diferença entre os valores mínimos e máximos pagos pelo animal de reposição no mesmo estado era de apenas 60 Reais/cabeça. Em 2019, o peso médio do bezerro está em 201 kg, ao passo que a diferença entre os preços mínimo e máximo de comercialização dos animais se ampliou, indo para 400 Reais/cabeça.

Segundo pesquisadores do Cepea, o mercado tem acompanhado o crescimento na produtividade da pecuária nacional e, com isso, vem pagando mais por animais pesados e/ou valorizando justamente a precocidade. Já os bezerros mais leves acabando sendo “penalizados”, recebendo preços menores.

*Conteúdo: Cepea/Esalq-Usp
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOLETIM DO SUÍNO
Cotações do suíno vivo caem em janeiro, enquanto valores dos principais insumos da atividade sobe
INTERNACIONAL
Chamada pública conjunta entre Brasil e Alemanha recebe propostas de projetos de bioeconomia
ANÁLISE CEPEA
Exportações de carne suína recuam em janeiro de 2021
MERCADO DO BEZERRO
Indicador do bezerro, em Mato Grosso do Sul, valoriza 60,6% em 12 meses
COLHEITA DA SOJA
Com atraso, agricultores de MS começam a colheita
EVOLUÇÃO
MS registra o 2º maior crescimento de produção de grãos do País, aponta a Conab
MERCADO DO BOI
Importação de gado vivo do Paraguai preocupa criadores de MS
ECONOMIA
Petrobras aumenta preço da gasolina em cerca de 8% nas refinarias
ECONOMIA
Mercado financeiro aumenta projeção da inflação para 3,60%
OPORTUNIDADE!
Agência Rural lança programa de fidelização de anunciantes