Menu
Busca sábado, 08 de maio de 2021
(67) 99874-0557
REPRESENTATIVIDADE

Produtores rurais e veterinários se mobilizam para primeira reunião da Frente Parlamentar da Suinocultura

Em 2019 MS deve produzir 177 mil toneladas de carne suína

16 outubro 2019 - 14h48Por Agro Agência*

A Frente Parlamentar para o Desenvolvimento da Suinocultura, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, empossará os membros nesta quinta-feira (17) e, na sequência, os membros participarão da primeira reunião da Frente. Cerca de 100 suinocultores e veterinários de MS se mobilizam pelo interior do Estado para participar do ato, na casa de leis, a partir das 13h30.

A Frente Parlamentar para o Desenvolvimento da Suinocultura foi uma demanda da classe produtora e o Deputado Estadual, Renato Câmara, coordenará os trabalhos. “A Frente vai propor, acompanhar e discutir a cadeia produtiva de suínos em Mato Grosso do Sul, já que o Estado é conhecido com um dos melhores produtores de carnes do País, que exporta cerca de 800 milhões de dólares por ano, e tem na suinocultura um dos segmentos de maior expansão nos últimos dez anos. Devemos aproveitar este momento propício para criar uma frente que se proponha a atuar e lutar pelo desenvolvimento e fortalecimento da suinocultura em nosso Estado”, afirma o deputado.

Segundo a Associação Sul-matogrossense de Suinocultores (Asumas) em 2019 o estado deve produzir cerca de 177 mil toneladas de carne suína, um aumento equivalente a 128% no período de 10 anos. “É um setor pujante e capaz de atender demandas internacionais. Temos escala, produtores empenhados na sustentabilidade, alto padrão de biosseguridade e gestão. Conjunto perfeito, que proporciona o crescimento da cadeia anualmente”, relata Alessandro Boigues, presidentes da Asumas, ao lembrar do apoio do Governo de MS.

Entre os fatores primordiais que colocam a suinocultura como a bola da vez, está a segurança sanitária e o empenho do suinocultor sul-mato-grossense. “Nossas granjas são muito seguras, devido ao trabalho do suinocultor, junto aos profissionais habilitados. São 11 bases da Agência Estadual de Defesa Sanitária e Vegetal em MS, contribuindo com a manutenção de nosso elevado status sanitário e prevenindo a introdução de enfermidades”, relata o presidente da Associação Brasileira dos Veterinários Especialistas em Suínos (Abraves MS), Carlos Carrijo.

*Fonte: Agro Agência

Deixe seu Comentário

Leia Também

RECURSOS HÍDRICOS
MS mantém destaque nacional no cumprimento de metas da ANA na gestão de recursos hídricos
ENERGIA
Semagro entrega licença de operação para usina inédita movida a biomassa de eucaliptos
TECNOLOGIA
Sem tratamento antifúngico adequado, pecuarista pode perder até um terço da silagem
ECONOMIA
Valor da Produção Agropecuária de 2021 deve ser 12,4% maior que o do ano passado
INOVAÇÃO
Empresário cria cerveja à base de soja
BOLETIM DO SUÍNO
Cotações do suíno vivo caem em janeiro, enquanto valores dos principais insumos da atividade sobe
INTERNACIONAL
Chamada pública conjunta entre Brasil e Alemanha recebe propostas de projetos de bioeconomia
ANÁLISE CEPEA
Exportações de carne suína recuam em janeiro de 2021
MERCADO DO BEZERRO
Indicador do bezerro, em Mato Grosso do Sul, valoriza 60,6% em 12 meses
COLHEITA DA SOJA
Com atraso, agricultores de MS começam a colheita