Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
(67) 99874-0557
REPRESENTATIVIDADE

Produtores rurais e veterinários se mobilizam para primeira reunião da Frente Parlamentar da Suinocultura

Em 2019 MS deve produzir 177 mil toneladas de carne suína

16 outubro 2019 - 14h48Por Agro Agência*

A Frente Parlamentar para o Desenvolvimento da Suinocultura, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, empossará os membros nesta quinta-feira (17) e, na sequência, os membros participarão da primeira reunião da Frente. Cerca de 100 suinocultores e veterinários de MS se mobilizam pelo interior do Estado para participar do ato, na casa de leis, a partir das 13h30.

A Frente Parlamentar para o Desenvolvimento da Suinocultura foi uma demanda da classe produtora e o Deputado Estadual, Renato Câmara, coordenará os trabalhos. “A Frente vai propor, acompanhar e discutir a cadeia produtiva de suínos em Mato Grosso do Sul, já que o Estado é conhecido com um dos melhores produtores de carnes do País, que exporta cerca de 800 milhões de dólares por ano, e tem na suinocultura um dos segmentos de maior expansão nos últimos dez anos. Devemos aproveitar este momento propício para criar uma frente que se proponha a atuar e lutar pelo desenvolvimento e fortalecimento da suinocultura em nosso Estado”, afirma o deputado.

Segundo a Associação Sul-matogrossense de Suinocultores (Asumas) em 2019 o estado deve produzir cerca de 177 mil toneladas de carne suína, um aumento equivalente a 128% no período de 10 anos. “É um setor pujante e capaz de atender demandas internacionais. Temos escala, produtores empenhados na sustentabilidade, alto padrão de biosseguridade e gestão. Conjunto perfeito, que proporciona o crescimento da cadeia anualmente”, relata Alessandro Boigues, presidentes da Asumas, ao lembrar do apoio do Governo de MS.

Entre os fatores primordiais que colocam a suinocultura como a bola da vez, está a segurança sanitária e o empenho do suinocultor sul-mato-grossense. “Nossas granjas são muito seguras, devido ao trabalho do suinocultor, junto aos profissionais habilitados. São 11 bases da Agência Estadual de Defesa Sanitária e Vegetal em MS, contribuindo com a manutenção de nosso elevado status sanitário e prevenindo a introdução de enfermidades”, relata o presidente da Associação Brasileira dos Veterinários Especialistas em Suínos (Abraves MS), Carlos Carrijo.

*Fonte: Agro Agência

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAFRA DE MILHO
Com 109 sacas, por hectare, Alcinópolis tem a maior produtividade média de MS, na safrinha
ANÁLISE CEPEA
Com novo reajuste, preço do ovo branco se aproxima do recorde nominal
SAFRA DE SOJA 21/22
Incertezas com relação ao comportamento do clima esfriam expectativas de super safra em MS
MERCADO DA SOJA
Saca da soja acumula valorização de 13% em 12 meses, em MS
MANEJO APÍCOLA
A exemplo das abelhas, gestão e logística são essenciais na multiplicação dos enxames
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Cientistas combinam imagens multiespectrais com raios X para analisar sementes
GESTÃO DE RISCOS
Guia virtual orienta produtores sobre o funcionamento do seguro rural
MERCADO FINANCEIRO
Bolsa cai pelo segundo dia e perde 2,48% em agosto
CRÉDITO FUNDIÁRIO
Prazo para análise de financiamento de imóvel para agricultores familiares diminui para seis meses
ANÁLISE CEPEA
Dados oficiais do IBGE confirmam baixa oferta de animais para abate