Menu
Busca segunda, 26 de julho de 2021
(67) 99874-0557
REPRESENTATIVIDADE

Produtores rurais e veterinários se mobilizam para primeira reunião da Frente Parlamentar da Suinocultura

Em 2019 MS deve produzir 177 mil toneladas de carne suína

16 outubro 2019 - 14h48Por Agro Agência*

A Frente Parlamentar para o Desenvolvimento da Suinocultura, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, empossará os membros nesta quinta-feira (17) e, na sequência, os membros participarão da primeira reunião da Frente. Cerca de 100 suinocultores e veterinários de MS se mobilizam pelo interior do Estado para participar do ato, na casa de leis, a partir das 13h30.

A Frente Parlamentar para o Desenvolvimento da Suinocultura foi uma demanda da classe produtora e o Deputado Estadual, Renato Câmara, coordenará os trabalhos. “A Frente vai propor, acompanhar e discutir a cadeia produtiva de suínos em Mato Grosso do Sul, já que o Estado é conhecido com um dos melhores produtores de carnes do País, que exporta cerca de 800 milhões de dólares por ano, e tem na suinocultura um dos segmentos de maior expansão nos últimos dez anos. Devemos aproveitar este momento propício para criar uma frente que se proponha a atuar e lutar pelo desenvolvimento e fortalecimento da suinocultura em nosso Estado”, afirma o deputado.

Segundo a Associação Sul-matogrossense de Suinocultores (Asumas) em 2019 o estado deve produzir cerca de 177 mil toneladas de carne suína, um aumento equivalente a 128% no período de 10 anos. “É um setor pujante e capaz de atender demandas internacionais. Temos escala, produtores empenhados na sustentabilidade, alto padrão de biosseguridade e gestão. Conjunto perfeito, que proporciona o crescimento da cadeia anualmente”, relata Alessandro Boigues, presidentes da Asumas, ao lembrar do apoio do Governo de MS.

Entre os fatores primordiais que colocam a suinocultura como a bola da vez, está a segurança sanitária e o empenho do suinocultor sul-mato-grossense. “Nossas granjas são muito seguras, devido ao trabalho do suinocultor, junto aos profissionais habilitados. São 11 bases da Agência Estadual de Defesa Sanitária e Vegetal em MS, contribuindo com a manutenção de nosso elevado status sanitário e prevenindo a introdução de enfermidades”, relata o presidente da Associação Brasileira dos Veterinários Especialistas em Suínos (Abraves MS), Carlos Carrijo.

*Fonte: Agro Agência

Deixe seu Comentário

Leia Também

FINANÇAS
Com informação, orçamento familiar tem melhora de até 70% na rentabilidade
MERCADO INTERNACIONAL
Temor com variante delta eleva dólar para R$ 5,25
ANÁLISE CEPEA
Indicador do milho se aproxima de R$100/sc
ESPECIAL PUBLICITÁRIO
90 Anos da Fendt e 25 anos da transmissão vario
ANÁLISE CEPEA
Preço da soja volta a subir com força no Brasil
OPORTUNIDADE!
Embrapa realiza curso sobre pecuária de leite para jornalistas
ANÁLISE CEPEA
Geadas afastam vendedores do spot; Milho volta a se valoriza
ESPECIAL PUBLICITÁRIO
Aplicações com resina epóxi transformam cortes de madeira e até pedras em finas obras de decoração
SAFRA 2021/22
Ministério da Agricultura lança plano safra 2021/22 nesta terça-feira (22)
MERCADO INTERNACIONAL
Exportações de carne suína de Mato Grosso do Sul crescem 131% em 2021