Menu
Busca domingo, 26 de setembro de 2021
(67) 99874-0557
ANÁLISE CEPEA

Demanda enfraquecida mantém preços do suíno em queda

As cotações têm recuado consecutivamente desde o início do ano

07 fevereiro 2020 - 07h03Por Esalq/Cepea-Usp*

Os preços da carne suína e do animal vivo seguem em queda no mercado interno, de acordo com dados do Cepea. Com a demanda doméstica por carne enfraquecida, as cotações têm recuado consecutivamente desde o início do ano.

Outro fator que tem pressionado as cotações são os altos preços dos insumos (milho e farelo de soja), o que leva produtores a escoarem os animais. No Oeste Catarinense (SC), o suíno vivo comercializado no mercado independente se desvalorizou 5,5% entre 29 de janeiro e 5 de fevereiro, com média de R$ 4,84/kg nessa quarta-feira, 5.

Quanto às carcaças negociadas no atacado da Grande São Paulo, houve queda de 5,1% para a especial e de 7,2% para a comum em sete dias, com os produtos cotados a R$ 7,54/kg e a R$ 7,14/kg, respectivamente.

* Conteúdo Cepea/Esalq-Usp
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MERCADO DA SOJA
Saca da soja acumula valorização de 13% em 12 meses, em MS
MANEJO APÍCOLA
A exemplo das abelhas, gestão e logística são essenciais na multiplicação dos enxames
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Cientistas combinam imagens multiespectrais com raios X para analisar sementes
GESTÃO DE RISCOS
Guia virtual orienta produtores sobre o funcionamento do seguro rural
MERCADO FINANCEIRO
Bolsa cai pelo segundo dia e perde 2,48% em agosto
CRÉDITO FUNDIÁRIO
Prazo para análise de financiamento de imóvel para agricultores familiares diminui para seis meses
ANÁLISE CEPEA
Dados oficiais do IBGE confirmam baixa oferta de animais para abate
ECONOMIA
MS tem crescimento populacional acima da média nacional, com agronegócio impulsionando interior
ARMAZENAMENTO
Conab tem 150 imóveis qualificados no PPI; Hortomercados do RJ estão incluídos
PERSPECTIVAS
Conab estima produção total de 289,6 milhões de toneladas de grãos para safra 2021/22