Menu
Busca sexta, 18 de junho de 2021
(67) 99874-0557
Campanha Estapi Art 01 super banner
SEMENTES MISTERIOSAS

"Nós não vamos construir nenhuma teoria aqui. Nós vamos primeiro apurar os fatos", diz Ministra da Agricultura sobre sementes misteriosas vindas da Ásia

Amostras coletadas em todo o país estão sendo analisadas em Goiás. Segundo Mapa, os resultados ainda não saíram

30 setembro 2020 - 09h05Por Agência Rural

O ministério da agricultura já coletou mais de cem pacotes contendo sementes desconhecidas, que continuam chegando, por correspondência, em várias regiões do Brasil. Até agora, os casos foram registrados em seis estados, além de Mato Grosso do Sul. Todas as amostras coletadas estão sendo enviadas para um laboratório especializado, em Goiânia-GO. Segundo o Mapa, os resultados das análises ainda não saíram. "Nós estamos aguardando. O laboratório vem recebendo, ele vai fazer vários testes para que possamos saber exatamente que tipo de semente, se é uma praga, se é uma espécie que temos aqui ou não", explica a ministra Tereza Cristina.

continua depois da publicidade
JA Training

De acordo com levantamento do Mapa, as correspondências estão vindo da Malásia, Hong Kong e China. Os produtos chegam, na maioria das vezes, camuflados em alguma encomenda feita pela internet, sem que o destinatário tenha solicitado tal sementes. Ao mesmo tempo o governo brasileiro tenta fazer um rastreamento das encomendas, a origem e os motivos desses envios.

Tereza Cristina afirmou que o Mapa está fazendo de tudo para resolver o mistério, o mais rápido possível. "A Secretaria de Defesa Agropecuária ela tem protocolos internacionais. Ela já tomou todas as providências cabíveis através do Itamarati, dos próprios correspondentes nossos em outros países que também receberam. Então, estamos reunindo as informações. O importante é saber a origem disso e o por quê. Antes disso nós não vamos construir nenhuma teoria aqui. Nós vamos primeiro apurar os fatos", diz a Ministra.

Ao receber uma correspondência deste tipo, orientação do Mapa é não abrir o pacote onde estão as sementes e nunca plantá-las. Em todo o país o contato deve ser feito com uma unidade do Ministério da Agricultura ou órgão de defesa sanitária estadual para a entrega do produto. "Como a gente não sabe o que é, a precaução manda que as pessoas não manipulem e não plantem. Se quem receber, colocar dentro de um saquinho e entregar no Mapa para que possamos tomar as providências cabíveis, não haverá risco nenhum", explicou a Ministra.

Saiba quando foi a primeira apreensão em MS.

Além de sementes misteriosas, frasco contendo "extrato vegetal" chegou ao Brasil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ANÁLISE CEPEA
Com baixa oferta de animais em peso de abate, preço do suíno vivo sobe
SUA LAVOURA MERECE!
Com 517 cv, Fendt 1000 Vario esbanja tecnologia e é considerado o maior trator monobloco do mundo
BIOTECNOLOGIA
Região Sul-Fronteira de MS é a que mais se dedica ao manejo biológico da soja
70 ANOS!
Eduardo Riedel confirma apresentação nos 70 anos do SRCG
ANÁLISE CEPEA
Alta externa eleva movimentação de soja nos portos brasileiros
MADEIRA
Com grande reserva de madeira, MS tem potencial de exportação para gigantes da celulose
RECURSOS HÍDRICOS
MS mantém destaque nacional no cumprimento de metas da ANA na gestão de recursos hídricos
ENERGIA
Semagro entrega licença de operação para usina inédita movida a biomassa de eucaliptos
TECNOLOGIA
Sem tratamento antifúngico adequado, pecuarista pode perder até um terço da silagem
ECONOMIA
Valor da Produção Agropecuária de 2021 deve ser 12,4% maior que o do ano passado