Menu
Busca domingo, 26 de setembro de 2021
(67) 99874-0557
SENAR-MS Campanha Prevenção Incêndios 2021
SISTEMAS ALIMENTARES

Combate à fome e papel das mulheres na produção de alimentos são temas de evento em Roma

Ministra Tereza Cristina participou de painel sobre soluções para a erradicação da fome no mundo e de debate com ministras e vice-ministras da Agricultura das Américas

26 julho 2021 - 15h30Por *Mapa

A importância do papel das mulheres no setor agrícola foi debatida nesta segunda-feira (26) durante o Primeiro Fórum de Ministras e Vice-Ministras da Agricultura das Américas. Com o tema “As Mulheres à frente da Transformação dos Sistemas Agroalimentares”, o evento foi promovido pelo Instituto Interamericano para Cooperação para a Agricultura (IICA) paralelamente ao primeiro dia da Pré-Cúpula de Sistemas Alimentares.

continua depois da publicidade
ANUNCIO IMPACT 728X60 INSERÇÃO 03 OK
continua depois da publicidade
SENAR-MS  Campanha Prevenção Incêndios 2021

O objetivo do fórum é ressaltar o papel das mulheres que, nos níveis mais elevados da função pública, trabalham pelo desenvolvimento sustentável dos sistemas agroalimentares, gerando um espaço de diálogo e intercâmbio de informações. A ministra do Brasil, Tereza Cristina, destacou que a igualdade de gênero deve ser fortalecida como uma das ferramentas para promover a inclusão social e o crescimento econômico.

“Percebemos um crescimento constante da presença da mulher na produção de alimentos, fibras e energias renováveis, sem contar seu papel na economia do cuidado, internacionalmente definida como care economy. Essa realidade demonstra que o empoderamento feminino é fundamental para garantir a segurança alimentar global”, disse a ministra, lembrando que o percentual de propriedades rurais lideradas por mulheres passou de 24% em para 28% em 2015. “Ainda é muito pequeno”, ressaltou.

O diretor-geral do IICA, Manuel Otero, disse que as estatísticas mostram a “invisibilidade” das mulheres, especialmente no setor agrícola. “É um trabalho que está sub-registrado, pois é considerado como um trabalho doméstico, e não está sendo reconhecido”. Ele Colocou o IICA à disposição para ajudar a realizar as demandas apresentadas pelas ministras.

A secretária-geral Ibero-americana do IICA, Rebeca Grynspan, destacou a capacidade transformadora e propositiva das mulheres. “Não somos um grupo vulnerável. Somos vulneráveis em nossos direitos, mas isso não é intrínseco. Queremos ser vistas em nossa capacidade transformadora do mundo rural e da sociedade”.

Também participaram do debate as ministras de Antígua e Barbuda, Samantha Marshall, do Chile, María Emilia Undurraga Marimón, do Equador, Tanlly Vera, a ministra adjunta do Canadá, Natasha Kim; e a Secretária de Agricultura dos Estados Unidos, Jewel H. Bronaugh.

Segurança Alimentar

Tereza Cristina está em Roma para representar o governo brasileiro na Pré-Cúpula de Sistemas Alimentares, realizada pela Organização das Nações Unidas (ONU). Na manhã de hoje, ela discursou durante o painel Achieving Zero Hunger: Nutritiously and Sustainably, destacando a importância de esquemas de compras governamentais, inclusive para programas de alimentação escolar, como o Programa de Aquisição de Alimentos adotado no Brasil.

“Eles canalizam alimentos para os grupos mais vulneráveis da sociedade e promovem hábitos alimentares saudáveis e também proporcionam renda aos agricultores familiares. São políticas que podem ser facilmente replicadas em outros países e com impacto significativo”. 

No nível global, ela disse que o esforço conjunto para acabar com a fome exige mais comércio livre na agricultura, transferência de tecnologia e capacitação. “Devemos também reduzir fortemente a perda e o desperdício de alimentos. E também é fundamental respeitarmos as realidades locais e culturais”, concluiu.

A ministra continuará em Roma nos próximos dias participando de painéis e reuniões bilaterais para debater o aprimoramento dos sistemas alimentares a nível global.

Programa

Confira as principais participações da ministra Tereza Cristina na Pré-Cúpula de Sistemas Alimentares, em Roma. 

Os horários são locais (+5h em relação ao Brasil). A programação poderá ser acompanhada pelo site do evento.  

Dia 26/7 

9h - Plenária de Abertura. Tema: Uma visão ousada para o aprimoramento dos Sistemas Alimentares.
Local: Plenary Hall 

11h30 - Sessão Paralela: Achieving Zero Hunger: Nutritiously and Sustainably
Local: Green Room
Ministra fará intervenção 

15h - Cerimônia Oficial da Pré-Cúpula
Local: Plenary Hall 

18h - I Foro de Ministras e Secretárias de Agricultura do hemisfério (organizado pelo IICA)
Local: Embaixada do Brasil 

Dia 27/7

10h30 a 18h – Reuniões bilaterais

19h30 - Side Event IICA “Los sistemas alimentarios: una visión desde la agricultura de las Américas
Local: Embaixada do Brasil 

Dia 28/7 

11h30 - Plenário Síntese
Local: Plenary Hall 

15h – Plenária de Encerramento
Local: Plenary Hall

- Por: Assessoria de Comunicação

* Conteúdo: Mapa

Deixe seu Comentário

Leia Também

MERCADO DA SOJA
Saca da soja acumula valorização de 13% em 12 meses, em MS
MANEJO APÍCOLA
A exemplo das abelhas, gestão e logística são essenciais na multiplicação dos enxames
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Cientistas combinam imagens multiespectrais com raios X para analisar sementes
GESTÃO DE RISCOS
Guia virtual orienta produtores sobre o funcionamento do seguro rural
MERCADO FINANCEIRO
Bolsa cai pelo segundo dia e perde 2,48% em agosto
CRÉDITO FUNDIÁRIO
Prazo para análise de financiamento de imóvel para agricultores familiares diminui para seis meses
ANÁLISE CEPEA
Dados oficiais do IBGE confirmam baixa oferta de animais para abate
ECONOMIA
MS tem crescimento populacional acima da média nacional, com agronegócio impulsionando interior
ARMAZENAMENTO
Conab tem 150 imóveis qualificados no PPI; Hortomercados do RJ estão incluídos
PERSPECTIVAS
Conab estima produção total de 289,6 milhões de toneladas de grãos para safra 2021/22