Menu
Busca segunda, 26 de julho de 2021
(67) 99874-0557
ANUNCIO IMPACT 1260X200 INSERÇÃO 03
VISITA

China deve importar melão do Brasil e habilitar novos frigoríficos, anuncia ministra

Ministra Tereza Cristina está em Pequim e se juntou à comitiva do presidente Jair Bolsonaro nesta quinta-feira (24)

24 outubro 2019 - 10h36Por MAPA*

A China deve importar melão produzido no Brasil e habilitar novos frigoríficos brasileiros para fornecerem carne aquele país. Em compensação, o Brasil vai importar pera chinesa. O anúncio foi feito pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, que se reuniu ontem (23) com o colega chinês, Han Changfu.

continua depois da publicidade
COMPANHA IMPACT 728X60
continua depois da publicidade
JA Training

“Muitas coisas estão caminhando com muita celeridade. No caso das frutas, devemos ter o anúncio da abertura de melão do Brasil para China e de pera da China para o Brasil. Temos mais habilitações que devem acontecer no intervalo de dias entre a visita do presidente Bolsonaro à China e a visita do presidente Xi Jinping ao Brasil”, afirmou Tereza Cristina.

Esta é a segunda viagem da ministra à Pequim. A primeira foi em maio deste ano. Tereza Cristina chegou à China no fim de semana passado e hoje (24) se juntou à delegação do presidente Jair Bolsonaro. Nesta quinta, a delegação visitou a Muralha da China e depois se reuniu com o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, Paulo Skaf.

Tereza Cristina destacou a importância da continuidade das conversas entre maio e outubro deste ano. “Tivemos alguns avanços. A viagem de maio foi importantíssima para uma abertura maior entre o Ministério da Agricultura e o GACC (aduana chinesa)”, disse a ministra.

A ministra ressaltou o importante mercado que se abre para a produção pecuária brasileira. “Hoje o mercado de carnes está em ebulição aqui, a necessidade é muito grande. Então, aqueles frigoríficos que estão preparados com os protocolos para exportar para China terão oportunidade, tamanha é a necessidade e a vontade de importar carne do Brasil”, afirmou.

Na área agrícola, segundo a ministra, estão sendo acertados protocolos para exportação de farelo de algodão e de farelo de soja, mas essa negociação exige mais conversas entre as equipes técnicas dos dois países. A China também manifestou interesse no açúcar e no etanol brasileiros.

“Há interesse deles no açúcar, no algodão e até no etanol. (O etanol) Entrou de maneira muito inicial ainda, muito pontual, mas vamos caminhar para uma discussão também sobre esse assunto”, afirmou a ministra.

Tereza Cristina reforçou a importância das parcerias entre o Brasil e a China – um país que precisa alimentar 1,4 bilhão de pessoas. “O que o nos foi dito ontem, com muita propriedade, é que eles têm a necessidade (de alimentos), porque estão colocando no mercado de consumo mais de 300 milhões de pessoas. Isso é um outro Brasil que precisa ser alimentado dentro da China”, disse.

“Nós temos de aproveitar essa oportunidade, entregando o que eles querem: volume, alimento de qualidade e preços que possam estar ajustados aqui no mercado chinês”, completou.

Nesta sexta-feira (25), a ministra participa do Seminário Empresarial Brasil-China, integrando a comitiva do presidente. Tereza Cristina é uma das palestrantes no encontro. Ela fala sobre as relações do agronegócio brasileiro e chinês. A ministra retorna ao Brasil neste fim de semana.

*Fonte: MAPA

Deixe seu Comentário

Leia Também

FINANÇAS
Com informação, orçamento familiar tem melhora de até 70% na rentabilidade
MERCADO INTERNACIONAL
Temor com variante delta eleva dólar para R$ 5,25
ANÁLISE CEPEA
Indicador do milho se aproxima de R$100/sc
ESPECIAL PUBLICITÁRIO
90 Anos da Fendt e 25 anos da transmissão vario
ANÁLISE CEPEA
Preço da soja volta a subir com força no Brasil
OPORTUNIDADE!
Embrapa realiza curso sobre pecuária de leite para jornalistas
ANÁLISE CEPEA
Geadas afastam vendedores do spot; Milho volta a se valoriza
ESPECIAL PUBLICITÁRIO
Aplicações com resina epóxi transformam cortes de madeira e até pedras em finas obras de decoração
SAFRA 2021/22
Ministério da Agricultura lança plano safra 2021/22 nesta terça-feira (22)
MERCADO INTERNACIONAL
Exportações de carne suína de Mato Grosso do Sul crescem 131% em 2021