Menu
Busca sexta, 24 de setembro de 2021
(67) 99874-0557
SENAR-MS Campanha Prevenção Incêndios 2021
ANÁLISE CEPEA

Oferta de mandioca diminui e preços sobem

Preços subiram em todas as regiões na semana passada

14 setembro 2020 - 07h55Por Cepea/Esalq-Usp*

Segundo pesquisadores do Cepea, poucos agricultores têm mostrado interesse pela comercialização da raiz de mandioca, e outros ainda priorizam o plantio. Além disso, em algumas áreas, a falta de umidade no solo já dificulta o avanço dos trabalhos, enquanto em outras, há baixa oferta de mão de obra para a colheita, visto que tem sido direcionada para outras atividades agropecuárias. 

continua depois da publicidade
ANUNCIO IMPACT 728X60 INSERÇÃO 03 OK
continua depois da publicidade
Campanha Fendt última semana de Setembro Square

Principalmente por conta da menor oferta, os preços da mandioca subiram em todas as regiões na semana passada. De acordo com dados do Cepea, o valor médio a prazo para a tonelada posta fecularia foi de R$ 326,66 (R$ 0,5733 por grama de amido na balança hidrostática de 5 kg), alta de 1,8% na comparação com a média da semana anterior.

*Conteúdo: Cepea/Esalq/Usp

Deixe seu Comentário

Leia Também

MERCADO DA SOJA
Saca da soja acumula valorização de 13% em 12 meses, em MS
MANEJO APÍCOLA
A exemplo das abelhas, gestão e logística são essenciais na multiplicação dos enxames
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Cientistas combinam imagens multiespectrais com raios X para analisar sementes
GESTÃO DE RISCOS
Guia virtual orienta produtores sobre o funcionamento do seguro rural
MERCADO FINANCEIRO
Bolsa cai pelo segundo dia e perde 2,48% em agosto
CRÉDITO FUNDIÁRIO
Prazo para análise de financiamento de imóvel para agricultores familiares diminui para seis meses
ANÁLISE CEPEA
Dados oficiais do IBGE confirmam baixa oferta de animais para abate
ECONOMIA
MS tem crescimento populacional acima da média nacional, com agronegócio impulsionando interior
ARMAZENAMENTO
Conab tem 150 imóveis qualificados no PPI; Hortomercados do RJ estão incluídos
PERSPECTIVAS
Conab estima produção total de 289,6 milhões de toneladas de grãos para safra 2021/22