Menu
Busca domingo, 13 de junho de 2021
(67) 99874-0557
Campanha Estapi Art 01 super banner
ANÁLISE CEPEA

1ª parte da safra de inverno ganha força e pressiona cotação do tomate

Na Ceagesp, o tomate foi comercializado a R$ 79,41/cx de 18-20 kg, baixa de 18,1%

17 junho 2019 - 16h23Por Esalq/Cepea-Usp*

Entre 10 e 14 de junho, o preço do tomate salada longa vida caiu frente à semana anterior, visto que a primeira parte da safra de inverno está ganhando força. As maiores quedas foram registradas nos atacados de São Paulo.

continua depois da publicidade
A DE ABELHA - ALFABETIZAÇÃO 02
continua depois da publicidade
Campanha Estampi Art 01 Square Banner

Na Ceagesp, o tomate foi comercializado a R$ 79,41/cx de 18-20 kg, baixa de 18,1% em comparação ao período anterior. No mercado de Campinas, por sua vez, a queda foi de 14,6%, a R$ 73,75/cx.

De acordo com colaboradores da Hortifruti/Cepea, há muitos produtos verdes, o que não é atrativo ao consumidor. Além disso, a disponibilidade de tomate rasteiro também acaba interferindo no mercado – vale destacar que sua qualidade está bem inferior, sendo vendido para “sacolões”.

* Conteúdo: Cepea/Esalq-Usp

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ANÁLISE CEPEA
Com baixa oferta de animais em peso de abate, preço do suíno vivo sobe
SUA LAVOURA MERECE!
Com 517 cv, Fendt 1000 Vario esbanja tecnologia e é considerado o maior trator monobloco do mundo
BIOTECNOLOGIA
Região Sul-Fronteira de MS é a que mais se dedica ao manejo biológico da soja
70 ANOS!
Eduardo Riedel confirma apresentação nos 70 anos do SRCG
ANÁLISE CEPEA
Alta externa eleva movimentação de soja nos portos brasileiros
MADEIRA
Com grande reserva de madeira, MS tem potencial de exportação para gigantes da celulose
RECURSOS HÍDRICOS
MS mantém destaque nacional no cumprimento de metas da ANA na gestão de recursos hídricos
ENERGIA
Semagro entrega licença de operação para usina inédita movida a biomassa de eucaliptos
TECNOLOGIA
Sem tratamento antifúngico adequado, pecuarista pode perder até um terço da silagem
ECONOMIA
Valor da Produção Agropecuária de 2021 deve ser 12,4% maior que o do ano passado