Menu
Busca sexta, 07 de maio de 2021
(67) 99874-0557
Campanha Estapi Art 01 super banner
INVESTIMENTOS

Governo de MS atrai R$ 600 milhões em investimentos e foca em mercado asiático

A projeção é que até 2025 o mercado asiático cresça 4% ao ano

29 agosto 2019 - 16h13Por Semagro*

O mercado asiático é hoje um dos mais promissores. Especialistas em comércio exterior apostam que a China deve se tornar em breve a próxima potencial da economia mundial. O gigante asiático não é o único. A Índia cresce anualmente 7% ao ano no seu Produto Interno Bruto, além dos emergentes como Vietnã e Indonésia que juntos têm expectativa de crescimento de 4% ao ano até 2025.

continua depois da publicidade
A DE ABELHA - ALFABETIZAÇÃO 02
continua depois da publicidade
A DE ABELHA - ALFABETIZAÇÃO

De olho neste mercado, Mato Grosso do Sul se estabeleceu no Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura (Siavs), em São Pulo, e conseguiu atrair mais de R$ 600 milhões em investimentos na área de produção rural e industrial das cadeia produtiva de suínos. A regra é trazer mais investidores para o Estado para elevar o volume de produção e agregar valor. “Os investimentos estão fundamentados na política de aumento da produção industrial, mas principalmente rural na área da suinocultura. Esses investimentos já devem acontecer neste segundo semestre”, disse o governador Reinaldo Azambuja.

Calcados principalmente no setor porcino, as aplicações acontecem numa nova indústria de esmagamento de soja e, futuramente em plantas frigoríficas. “Precisamos que a soja seja processada no Estado e que o farelo esteja disponível. Este anúncio deve acontecer em breve, como também uma industria de farelo”, contou o Secretario de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck.

No mesmo evento, a visão de que a exportação de commodities e outas linhas de produção agropecuária começa sair do eixo do Atlântico, migrando para o Pacífico foi destacada pelo secretário especial do Ministério da Economia, Marcos Troyjo. E mais uma vez Mato Grosso do Sul vislumbrou vantagem estratégica pelo know how como Estado produtor, e principalmente pela posição que ocupa hoje dentro do projeto do Corredor Bioceânico que será a rota mais competitiva para o escoamento dos produtos do Estado para este mercado promissor da Ásia.

“A Rota Bioceânica posiciona em termos competitivos para atender esse mercado, o jogo das commodities já está no Pacífico e não mais no Atlântico, e Mato Grosso do Sul constrói uma estrutura para chegar de uma maneira mais barata e competitiva”, ponderou Verruck.

A presença física do Estado com Stand no principal salão de negócios deste setor foi essencial para o sucesso da missão. Segundo o governador, o staff da gestão estadual faz diferença na hora de ‘vender’ Mato Grosso do Sul para potenciais empreendedores. “Aqui atendemos, mostramos nossas políticas e vantagens em investir no Estado. Isso fatalmente se reverte em bons negócios”, finalizou.

Planejamento

A participação do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul no Siavs, em São Paulo, é medida pelo volume de negócios prospectados. Com agendas pré-definidas com base na captação realizada meses pela equipe da Semagro, foram convidados seis grupos de investidores de três diferentes Estados.

A Prospecção realizada com base na competitividade agroindustrial, aconteceu nos meses de junho e julho, em visitas da equipe da Semagro aos Estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, onde o potencial produtivo sul-mato-grossense e a disposição para receber novos investimentos foram apresentados, garantindo que os encontros realizados durante a Siavs fossem altamente proveitosos.

Foram apresentadas informações sobre a Rota bioceânica – projeto que liga o oceano atlântico ao pacifico, partindo do município de Porto Murtinho, no sudoeste – rota importante para escoamento da produção e acesso ao grande mercado mundial, o continente asiático. Falou também do trabalho de abertura de novas linhas férreas e a estruturação do hub logístico no Estado, novos investimentos em infraestrutura – estradas, pontes, ampliação do aeroporto internacional – e dos principais incentivos fiscais.

Mato Grosso do Sul também preparou um novo material bilíngue institucional do Estado com informações estratégicas para cooptar mais investidores. O portfólio sul-mato-grossense destaca todas as potencialidades regionais.

*Fonte: Semagro

Deixe seu Comentário

Leia Também

RECURSOS HÍDRICOS
MS mantém destaque nacional no cumprimento de metas da ANA na gestão de recursos hídricos
ENERGIA
Semagro entrega licença de operação para usina inédita movida a biomassa de eucaliptos
TECNOLOGIA
Sem tratamento antifúngico adequado, pecuarista pode perder até um terço da silagem
ECONOMIA
Valor da Produção Agropecuária de 2021 deve ser 12,4% maior que o do ano passado
INOVAÇÃO
Empresário cria cerveja à base de soja
BOLETIM DO SUÍNO
Cotações do suíno vivo caem em janeiro, enquanto valores dos principais insumos da atividade sobe
INTERNACIONAL
Chamada pública conjunta entre Brasil e Alemanha recebe propostas de projetos de bioeconomia
ANÁLISE CEPEA
Exportações de carne suína recuam em janeiro de 2021
MERCADO DO BEZERRO
Indicador do bezerro, em Mato Grosso do Sul, valoriza 60,6% em 12 meses
COLHEITA DA SOJA
Com atraso, agricultores de MS começam a colheita