Menu
Busca quarta, 03 de março de 2021
(67) 99874-0557
Campanha Estapi Art 01 super banner
VALORIZAÇÃO

Saca da soja bate os R$ 126 em MS e renova máxima histórica

Preço médio da saca, em agosto, está em R$ 118,70. Segundo SIGA, no comparativo com agosto do ano passado, houve avanço nominal de 64,75%

20 agosto 2020 - 07h49Por Agência Rural

No começo de 2020, talvez, nem mesmo o agricultor mais otimista arriscaria um palpite tão elevado. Entre os dias 10 e 17 de agosto, a saca de 60kg da soja recebeu ofertas de R$ 126,00 nos municípios de Campo Grande e Dourados. O valor nominal expressivo, segundo técnicos do sistema SIGA/MS, é reflexo das demandas externa e interna e do dólar, que vem favorecendo os preços no mercado doméstico. O aquecimento das exportações no período é outro fator que estimula a alta nos preços.

continua depois da publicidade
Programa de fidelização banner 02

Em apenas uma semana as cotações valorizaram 11,5% na capital e 11,61% em Sidrolândia, conforme dados divulgados, nessa terça-feira (18), pelo Boletim Casa Rural, do Sistema Famasul. No comparativo com agosto passado o preço médio da saca  teve avanço nominal de 64,75%. Nesta mesma época, em 2019, o preço médio da saca no estado era negociado a R$ 72,05.

Mas, como o produtor não tem como prever o futuro, nem como deixar de honrar com seus compromissos, a maioria não conseguiu desfrutar de negócios com ofertas tão generosas. A realidade é que Mato Grosso do Sul tem, hoje, cerca de 3% do estoque da última safra disponíveis nos armazéns, segudo levantamento de uma das maiores corretoras de grãos que operam no estado. Junto a este cenário soma-se uma informação que todos já sabem: soja da nova safra só no fim de janeiro de 2021 - no caso das variedades de ciclo produtivo mais precoce.

Esta combinação de fatores influenciou diretamente nas negociações dos contratos da safra 2020/2021. Números apurados pela corretora Granos, revelam que até o dia 17 de agosto, MS já havia comercializado 43% da nova safra. Isso representa avanço de 15 pontos percentuais, comparado ao mesmo índice apresentado em  agosto do ano passado para a safra 2019/2020.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOLETIM DO SUÍNO
Cotações do suíno vivo caem em janeiro, enquanto valores dos principais insumos da atividade sobe
INTERNACIONAL
Chamada pública conjunta entre Brasil e Alemanha recebe propostas de projetos de bioeconomia
ANÁLISE CEPEA
Exportações de carne suína recuam em janeiro de 2021
MERCADO DO BEZERRO
Indicador do bezerro, em Mato Grosso do Sul, valoriza 60,6% em 12 meses
COLHEITA DA SOJA
Com atraso, agricultores de MS começam a colheita
EVOLUÇÃO
MS registra o 2º maior crescimento de produção de grãos do País, aponta a Conab
MERCADO DO BOI
Importação de gado vivo do Paraguai preocupa criadores de MS
ECONOMIA
Petrobras aumenta preço da gasolina em cerca de 8% nas refinarias
ECONOMIA
Mercado financeiro aumenta projeção da inflação para 3,60%
OPORTUNIDADE!
Agência Rural lança programa de fidelização de anunciantes