Menu
Busca sexta, 20 de maio de 2022
(67) 99874-0557
SINDICATO RURAL EVENTO JUNHO
ANÁLISE CEPEA

Cotações do milho disparam no porto de Paranaguá-PR

Preços subiram quase 18% em março

22 março 2022 - 08h53Por Cepea/Esalq-Usp*

Os preços do milho no porto de Paranaguá-PR seguem valorizados em março. A análise é o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Usp. De acordo com os analistas do Cepea, as cotações são impulsionadas pela maior demanda no mercado externo. 

continua depois da publicidade
Campanha Pantanal Agrícola 01 300x250

Entre 25 de fevereiro e 18 de março, o milho negociado em Paranaguá subiu 17,4%. Pela asnálises, a maior demanda externa se deve ao conflito entre Rússia e Ucrânia, que estão entre os cinco maiores exportadores mundiais do cereal. A situação torna-se ainda mais delicada, porque há informações de que o governo argentino sinaliza diminuir o volume exportado, visando preservar a oferta interna. 

Os dados mostram que nos primeiros 10 dias de março, as exportações brasileiras de milho estiveram lentas, mas na semana iniciada no dia 14, compradores se mostraram mais ativos no porto de Paranaguá, com negócios sendo realizados a preços acima dos praticados no interior do País.

*Análise Cepea

Deixe seu Comentário

Leia Também

ANÁLISE IMEA
Óleo de soja valoriza com demanda externa
GRÃOS
Colheita da soja está praticamente finalizada em Querência - MT
REFLEXOS DA GUERRA
Importações de fertilizantes de Belarus ao Brasil foram suspensas
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
No Irã, ministra mostra potencial de exportação de produtos brasileiros
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
Tereza Cristina viaja ao Irã para ampliar as relações comerciais com o agro brasileiro
COMUNICAÇÃO
Pantanal Agrícola fecha parceria com Agência Rural para geração de conteúdo exclusivo
NOVA LOJA
Município mais rico do agronegócio de Mato Grosso do Sul agora tem concessionária de gigante alemã
SEGURO RURAL
Custos e perdas pressionam preço da soja em MS
SAFRA DE SOJA 21/22
Mato Grosso do Sul tem apenas 36% das lavouras de soja em boas condições
COLHEITA
Agricultores de MS começam a colher a soja da safra 21/22