Menu
Busca segunda, 24 de janeiro de 2022
(67) 99874-0557
Campanha Pantanal Agrícola 01
ANÁLISE CEPEA

Mercado interno do arroz segue lento; dólar alto eleva exportações

Em setembro, os embarques brasileiros de arroz (em equivalente casca) somaram 130,2 mil toneladas, 13,7% a mais que em agosto/21

13 outubro 2021 - 18h50Por Cepea/Esalq-Usp*

Enquanto o mercado interno segue com baixa liquidez, em um ambiente de queda na produção industrial e de consequente pressão de demandantes sobre as cotações, vendedores se voltam às exportações, que estão aquecidas e favorecidas pelo dólar alto. 

continua depois da publicidade
Campanha Pantanal Agrícola 01 300x250

O Indicador ESALQ/SENAR-RS do arroz 58% grãos inteiros caiu 1,26% entre 4 e 11 de outubro, encerrando a R$ 73,64/sc de 50 kg na segunda-feira, 11. 

Em setembro, os embarques brasileiros de arroz (em equivalente casca) somaram 130,2 mil toneladas, 13,7% a mais que em agosto/21 e expressivos 66,6% acima dos de setembro/20, segundo dados da Secex. Já as importações totalizaram 77,9 mil toneladas de arroz (equivalente casca) em setembro/21, volume 1,2% inferior ao de agosto, o quinto mês consecutivo de redução nas compras externas. 

*Conteúdo: Esalq/Cepea/Usp 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CURIOSIDADE
ORIGENS DA SOJA: Da antiguidade à revolução econômica global
ECONOMIA
Incentivo do Governo viabiliza reativação de indústria esmagadora de soja, em Bataguassu
QUALIFICAÇÃO
Quer aprender noções básicas sobre cogumelos? Se liga, Embrapa oferece curso de graça
ANÁLISE CEPEA
Embarques de carne suína seguem firmes, mas, preço interno cai
ESTIAGEM
Ministra da agricultura vai visitar propriedades rurais afetadas pela seca, em MS
CLIMA
Meteorologia prevê tempo instável no nordeste de MT, nesta quinta-feira
CLIMA
Meteorologia previu problemas com a safra de soja, em MS
SECA
Estiagem prolongada reduz estimativa de produção da soja na safra 21/22, em MS
PESQUISA
Cientistas desenvolvem corante natural vermelho-violeta intenso a partir da pitaia
MERCADO DA SOJA
Preço da soja, em MS, recua 8,4% em 12 meses