Menu
Busca domingo, 26 de setembro de 2021
(67) 99874-0557
Campanha Fendt última semana de Setembro
MAIS ALGODÃO

Produção do algodão atingirá novo recorde em MS

Ao fim da semeadura, na safra 2018/2019, produção de algodão em pluma deve atingir 71 mil toneladas

25 junho 2019 - 06h30Por Agro Agência*

A eficiência dos agricultores está elevando a produção no Estado. A expectativa da Ampasul, Associação Sul-Mato-grossense dos Produtores de Algodão, é de que a área, 25% maior do que a safra passada, acumule produção de 71 mil toneladas do algodão em pluma. O volume é superior ao último recorde, atingido no ciclo 2017/2018, quando saíram dos campos 58 mil toneladas da pluma.

continua depois da publicidade
Campanha Fendt última semana de Setembro liderboard
continua depois da publicidade
SENAR-MS  Campanha Prevenção Incêndios 2021

A área no ciclo passado foi de 30.400 hectares, enquanto que neste ano o algodão ocupou 37.900 hectares em MS. “O avanço se deve ao plantio consorciado, avançando em áreas antes dedicada a outras culturas, como soja, milho e pastagem. O emprego de tecnologias e o empenho do produtor rural também são diferenciais no setor”, relata o diretor-executivo da Ampasul, Adão Hoffmann.

Os números dizem respeito às duas regiões que se dedicam à cultura, Centro-Sul e Centro Norte, sendo Chapadão do Sul e Costa Rica os municípios que mais se destacam na atividade. A colheita na região Centro-Sul está finalizada (safra), já no Centro-Norte deve se estender até o fim do mês de agosto.

Na produção do algodão em pluma Mato Grosso do Sul deve ficar na quinta posição no ranking nacional, atrás de Mato Grosso, Bahia, Goiás e Minas Gerais, segundo a Ampasul.

20 anos de Ampasul

No mês de  agosto a Ampasul comemorará 20 da sua fundação. A entidade vai brindar as duas décadas com a inauguração de uma sede social com cerca de 4.200 m², incluindo espaço administrativo e um centro de evento multifuncional para até 1.350 pessoas, que será utilizado para palestras, cursos, treinamentos e eventos para o setor agropecuário e comunidade em geral.

O novo ambiente conta também com amplo e moderno laboratório de classificação de algodão com uma estrutura física e equipamentos de última geração, que atenderá todos os produtores de algodão de Mato Grosso do Sul e estados vizinhos.

Todo o complexo, depois de pronto, custará cerca de R$ 20 milhões.

* Fonte: Agro Agência

Deixe seu Comentário

Leia Também

MERCADO DA SOJA
Saca da soja acumula valorização de 13% em 12 meses, em MS
MANEJO APÍCOLA
A exemplo das abelhas, gestão e logística são essenciais na multiplicação dos enxames
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Cientistas combinam imagens multiespectrais com raios X para analisar sementes
GESTÃO DE RISCOS
Guia virtual orienta produtores sobre o funcionamento do seguro rural
MERCADO FINANCEIRO
Bolsa cai pelo segundo dia e perde 2,48% em agosto
CRÉDITO FUNDIÁRIO
Prazo para análise de financiamento de imóvel para agricultores familiares diminui para seis meses
ANÁLISE CEPEA
Dados oficiais do IBGE confirmam baixa oferta de animais para abate
ECONOMIA
MS tem crescimento populacional acima da média nacional, com agronegócio impulsionando interior
ARMAZENAMENTO
Conab tem 150 imóveis qualificados no PPI; Hortomercados do RJ estão incluídos
PERSPECTIVAS
Conab estima produção total de 289,6 milhões de toneladas de grãos para safra 2021/22