Menu
Busca domingo, 01 de agosto de 2021
(67) 99874-0557
ANUNCIO IMPACT 1260X200 INSERÇÃO 03
ECONOMIA

Novo terminal portuário de Porto Murtinho inicia atividades em fevereiro

A FV Cereais deve exportar cerca de 1,2 milhão de toneladas de soja e milho por ano

23 janeiro 2020 - 16h13Por Agro Agência*

Durante a abertura do Showtec 2020 o governado de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, confirmou o início das atividades do novo terminal portuário do município de Porto Murtinho. Segundo o executivo o início das exportações está previsto para 24 de fevereiro.

continua depois da publicidade
ANUNCIO IMPACT 728X60 INSERÇÃO 03 OK
continua depois da publicidade
Campanha Estampi Art 01 Square Banner

“Fruto de um trabalho e incentivo que oferecemos para potencializar uma atividade portuária nova. Além dos investimentos da bioceânica, hidrovias e ferrovias, para destravar esse modal logístico”, justificou Azambuja.

Segundo a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS), esse é só o começo do avanço logístico no Estado. “Temos uma série de necessidades logísticas, mas a exploração das hidrovias foi por muito tempo um grande anseio dos produtores rurais. Precisamos de adequações rodoviárias e também de investimentos em ferrovias, ações que vão deixar nosso estado muito mais competitivo, levando em consideração sua localização estratégia e sua produção de qualidade”, avalia o presidente da Aprosoja/MS, André Dobashi.

Com o início nas exportações a FV Cereais se consolidará com um dos maiores exportadores do Estado. Atualmente com sede em Dourados a empresa já exporta cerca de 1,2 milhão de toneladas de soja e milho por ano. Agora, com o investimento no terminal foi de R$ 110 milhões, o grupo terá capacidade para movimentar dois milhões de toneladas/ano de grãos e açúcar.

Para aproveitar as embarcações que vão percorrer a América do Sul, o grupo vai importar fertilizantes do Uruguai. Uma remessa experimental já foi realizada em 2018, quando trouxeram 2 mil toneladas do produto, e economizaram cerca de 8% em comparação com a importação via o Porto de Paranaguá, no Paraná.


*Fonte: Agro Agência

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPECIAL PUBLICITÁRIO
Fendt IDEAL: nenhuma outra colheitadeira oferece mais tecnologia e potência
SISTEMAS ALIMENTARES
Combate à fome e papel das mulheres na produção de alimentos são temas de evento em Roma
SEGURANÇA ALIMENTAR
PAA já entregou mais de 570 toneladas de alimentos para doação em MS
ANÁLISE CEPEA
Queda externa interrompe movimento de alta dos preços da soja no Brasil
ECONOMIA
MS se mantém na liderança da exportação de tilápia no primeiro semestre de 2021
FINANÇAS
Com informação, orçamento familiar tem melhora de até 70% na rentabilidade
MERCADO INTERNACIONAL
Temor com variante delta eleva dólar para R$ 5,25
ANÁLISE CEPEA
Indicador do milho se aproxima de R$100/sc
ESPECIAL PUBLICITÁRIO
90 Anos da Fendt e 25 anos da transmissão vario
ANÁLISE CEPEA
Preço da soja volta a subir com força no Brasil