Menu
Busca sábado, 27 de fevereiro de 2021
(67) 99874-0557
ECONOMIA

Indústria recebe certificado e vai vender Linguiça de Maracaju para todo o Brasil

O documento foi entregue pela Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar)

11 dezembro 2019 - 13h13Por Semagro*

De Maracaju para o Brasil. A indústria Novilha de Ouro recebeu nesta terça-feira (10), o SISBI (Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal) que autoriza a venda de seus produtos em todo o país. O documento foi entregue pela Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

continua depois da publicidade
Campanha Estampi Art 01 Square Banner

Com receita de família passada por gerações, o açougue que vendia a tradicional linguiça de Maracaju virou indústria e chegou a todo o Mato Grosso do Sul. Com o SISBI inicia uma nova fase, com expectativa de comercializar 10 toneladas por mês no primeiro ano de vendas para todo o país.

A proprietária do Novilha de Ouro, Ana Carla de Assis Ferreira conta que atualmente vende 7 toneladas/mês no Mato Grosso do Sul, mas tem capacidade de produção instalada para 5 toneladas/dia. “É um passo muito importante para nós que vamos poder levar nosso produto para outros estados e fortalecer a cadeia produtiva da linguiça de Maracaju”, conta.

Ana faz parte da diretoria da Associação dos Produtores da Tradicional Linguiça de Maracaju, que atua para garantir a qualidade e a autenticidade do produto sul-mato-grossense. “O produto não leva nenhum conservante e todos os insumos são fornecidos pela agricultura familiar, que queremos incentivar para fazer o processamento”, afirma a proprietária.

O documento foi emitido pela Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) e entregue pelo diretor-presidente Daniel Ingold e o titular da Semagro, secretário Jaime Verruck. “Temos mais um exemplo de empresa que valoriza a herança cultural de Mato Grosso do Sul e leva o nome do Estado mais longe, com seriedade e qualidade, além de gerar emprego e renda no município”, afirma.

*Fonte: Semagro

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOLETIM DO SUÍNO
Cotações do suíno vivo caem em janeiro, enquanto valores dos principais insumos da atividade sobe
INTERNACIONAL
Chamada pública conjunta entre Brasil e Alemanha recebe propostas de projetos de bioeconomia
ANÁLISE CEPEA
Exportações de carne suína recuam em janeiro de 2021
MERCADO DO BEZERRO
Indicador do bezerro, em Mato Grosso do Sul, valoriza 60,6% em 12 meses
COLHEITA DA SOJA
Com atraso, agricultores de MS começam a colheita
EVOLUÇÃO
MS registra o 2º maior crescimento de produção de grãos do País, aponta a Conab
MERCADO DO BOI
Importação de gado vivo do Paraguai preocupa criadores de MS
ECONOMIA
Petrobras aumenta preço da gasolina em cerca de 8% nas refinarias
ECONOMIA
Mercado financeiro aumenta projeção da inflação para 3,60%
OPORTUNIDADE!
Agência Rural lança programa de fidelização de anunciantes