Menu
Busca sábado, 06 de março de 2021
(67) 99874-0557
Programa de fidelização banner
MERCADO DE TRABALHO

Cresce número de pessoas que residem no campo e atuam fora da agropecuária

Essa é uma das conclusões da nova edição especial de estudo sobre mercado de trabalho do Cepea

03 outubro 2019 - 16h08Por Esalq/Cepea-Usp*

Entre 2012 e 2018, a participação de residentes do meio rural atuando em empregos não agrícolas cresceu de 41,5% para 47,5%. Essa é uma das conclusões da nova edição especial de estudo sobre mercado de trabalho do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP.

continua depois da publicidade
Campanha Estampi Art 01 Square Banner

Segundo pesquisadores do Cepea, esse movimento refletiu principalmente a redução da PO rural agrícola (ocupada na agropecuária). Entre as atividades não agrícolas realizadas por residentes do meio rural, destacam-se as da indústria geral e do comércio.

A participação da agroindústria no total de empregos não agrícolas dos residentes rurais variou entre 8,4% e 9,8% de 2012 a 2018, não tendo apresentado uma tendência geral. E, entre as agroindústrias, destacam-se a agroalimentar e as indústrias de madeira, móveis de madeira, papel e celulose.

Em 2018, o salário médio esperado de um trabalhador rural no setor não agrícola era de R$ 1.191, apenas 11% superior ao rendimento médio no setor agropecuário. Segundo pesquisadores do Cepea, isso reflete o fato de que 49,9% dos residentes rurais ocupados no setor não agrícola estavam engajados em atividades com rendimentos médios iguais ou inferiores ao da agropecuária. Logo, o entendimento do emprego não agrícola como uma alternativa de melhores rendimentos para o residente rural deve ser visto com cautela, sobretudo quando a motivação para a mudança de atividade refletir fatores de expulsão da agropecuária, e não fatores de atração do emprego não agrícola.

*Conteúdo: Cepea/Esalq-Usp

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOLETIM DO SUÍNO
Cotações do suíno vivo caem em janeiro, enquanto valores dos principais insumos da atividade sobe
INTERNACIONAL
Chamada pública conjunta entre Brasil e Alemanha recebe propostas de projetos de bioeconomia
ANÁLISE CEPEA
Exportações de carne suína recuam em janeiro de 2021
MERCADO DO BEZERRO
Indicador do bezerro, em Mato Grosso do Sul, valoriza 60,6% em 12 meses
COLHEITA DA SOJA
Com atraso, agricultores de MS começam a colheita
EVOLUÇÃO
MS registra o 2º maior crescimento de produção de grãos do País, aponta a Conab
MERCADO DO BOI
Importação de gado vivo do Paraguai preocupa criadores de MS
ECONOMIA
Petrobras aumenta preço da gasolina em cerca de 8% nas refinarias
ECONOMIA
Mercado financeiro aumenta projeção da inflação para 3,60%
OPORTUNIDADE!
Agência Rural lança programa de fidelização de anunciantes