Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
(67) 99874-0557
Campanha Agrinho 11-10 10-09
PROJETO DE LEI

Aprovada proposta que busca facilitar a emissão de títulos de crédito no setor agropecuário

Substitutivo do deputado Nelson Barbudo (PSL-MT) vai simplificar transações no mercado nacional e dinamizar o fluxo financeiro

23 outubro 2019 - 15h20Por FPA*

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural aprovou o relatório do deputado Nelson Barbudo (PSL- MT) do projeto de lei 7.734/2017, de autoria do Poder Executivo. A proposta altera leis que tratam da Cédula de Produtor Rural (CPR), Certificado de Direito Creditório do Agronegócio (CDCA) e Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA). O objetivo é facilitar a emissão dos títulos de crédito, a operacionalização das transações no mercado nacional, inclusive com os preços referenciados em moeda estrangeira, além de dinamizar o fluxo financeiro do setor.

continua depois da publicidade
Campanha Agrinho 11-10 10-09

De acordo com o parlamentar, apenas as cooperativas de produção agropecuária estão aptas a emitir CDCA, evitando a interpretação equivocada de que cooperativas não ligadas às atividades rurais possuiriam legitimidade para emitir o título. O CDCA e o CRA permitem a negociação daqueles títulos emitidos também por investidores qualificados autorizados, mesmo que não residentes no país e deixa clara a necessidade de o Conselho Monetário Nacional (CMN) regulamentar essa emissão. “Com essa alteração estamos ampliando o leque de investidores nesses títulos, trazendo maior segurança jurídica, e assim teremos mais recursos para o setor”, justificou Barbudo.

O deputado destaca ainda que o substitutivo apresentado busca acabar com a incerteza quanto à incidência tributária sobre a parcela dos ganhos de capital no caso de CDCA e CRA adquiridos por investidores estrangeiros. “Essa é uma medida importante, pois abrirá o mercado para um enorme montante de recursos de investidores estrangeiros dispostos a investir em títulos do agronegócio brasileiro e que hoje não o fazem por conta das incertezas em relação às exigências tributárias e flutuação cambial”, disse.

O deputado Zé Mário (DEM-GO), que estava presidindo a Comissão, ressaltou que esse é um projeto extremamente importante, uma vez que vai modernizar o crédito rural. “A proposta vem de encontro com a medida provisória 897/19, que trata dessas modernizações e, acima de tudo, da ampliação. É um projeto que atende os anseios da produção rural do nosso país”.

O PL segue agora para as Comissões de Finanças e Tributação (CFT) e Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC).

Entenda os títulos do agronegócio:

A Cédula de Produto Rural (CPR) foi o primeiro instrumento de crédito privado, instituído pela Lei 8.829/94, e representa a promessa de entrega de mercadorias. Pode ser emitida por produtores, suas associações e também cooperativas.

O Certificado de Direito Creditório do Agronegócio (CDCA), autorizado pela Lei 11.076/04, inclui os fornecedores de insumos, maquinário e a própria indústria alimentícia como participantes da cadeia do agronegócio. Já o Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA) é um título que é emitido exclusivamente pelas companhias securitizadoras, empresas que transformam dívidas em títulos para comercialização no mercado financeiro como forma de investimento, para financiar o setor agrícola.

*FPA

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAFRA DE MILHO
Com 109 sacas, por hectare, Alcinópolis tem a maior produtividade média de MS, na safrinha
ANÁLISE CEPEA
Com novo reajuste, preço do ovo branco se aproxima do recorde nominal
SAFRA DE SOJA 21/22
Incertezas com relação ao comportamento do clima esfriam expectativas de super safra em MS
MERCADO DA SOJA
Saca da soja acumula valorização de 13% em 12 meses, em MS
MANEJO APÍCOLA
A exemplo das abelhas, gestão e logística são essenciais na multiplicação dos enxames
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Cientistas combinam imagens multiespectrais com raios X para analisar sementes
GESTÃO DE RISCOS
Guia virtual orienta produtores sobre o funcionamento do seguro rural
MERCADO FINANCEIRO
Bolsa cai pelo segundo dia e perde 2,48% em agosto
CRÉDITO FUNDIÁRIO
Prazo para análise de financiamento de imóvel para agricultores familiares diminui para seis meses
ANÁLISE CEPEA
Dados oficiais do IBGE confirmam baixa oferta de animais para abate