Menu
Busca sexta, 07 de maio de 2021
(67) 99874-0557
Programa de fidelização banner 03
AGRONÉGOCIO

Após adquirir fatia da Bayer, BASF quer lançar 30 soluções até 2030

A estratégia é expandir a atuação na área de sementes e atender agricultores conforme as necessidades de cada região

07 novembro 2019 - 09h13Por Priscilla Peres*

A Basf pretende fazer 30 lançamentos, entre soluções de proteções de cultivo e traits, além de dezenas de variedades de algodão e soja até 2030 no Brasil. A estratégia é expandir a atuação na área de sementes e atender agricultores conforme as necessidades de cada região. Com isso, a empresa pretende ampliar as vendas em 50%.

continua depois da publicidade
A DE ABELHA - ALFABETIZAÇÃO 02
continua depois da publicidade
A DE ABELHA - ALFABETIZAÇÃO

Há pouco mais de um ano a Basf investiu R$ 33 bilhões na aquisição de negócios de sementes e herbicidas da Bayer e iniciou um novo ciclo de negócios, entrando no mercado de pesquisa, produção e comercialização de sementes de soja e algodão. 

Em visita ao Brasil, o presidente global da Divisão de Soluções para a Agricultura Basf, Vicent Gros, afirmou que aquisição de negócios da Bayer é um “passo fundamental para a BASF. Um marco que amplia a carteira, a capacidade de atendimento aos clientes e que está moldando os negócios da empresa”. 

Os investimentos foram feitos também nos centros de pesquisa da Basf no Brasil. Em Trindade, Goiás, foram injetados R$ 60 milhões na infraestrutura de pesquisa. No Centro de Pesquisa de Santo Antônio de Posse, em São Paulo, o aporte foi de R$ 40 milhões para ampliação e modernização de laboratórios. 

Estes são dois centros de pesquisas globais, que se unem a outras 16 unidades de pesquisa no Brasil. Segundo a Basf, as pesquisas são feitas considerando as características de cada região, como clima, pragas e necessidades. 

“Quando olhamos para as regiões vemos que as necessidades são diferentes e é por isso que temos nossa rede avançada de pesquisa que é exatamente para oferecer essas soluções estratégicas. Por exemplo, temos cinco estações de pesquisa para soja no Brasil, cada uma atende uma região do Brasil e nunca para todo o país”, destaca o Diretor de Sementes da BASF no Brasil, Hugo Borsari. 

A empresa quer lançar 28 novas soluções em proteção de cultivos até 2030 e aposta na tecnologia Xarvio Field Manager. Quer trabalhar com quatro novos ingredientes ativos, sendo herbicidas (com 6 novas soluções), fungicidas (11 novas soluções), inseticidas (7 novas soluções) e tratamento de sementes (5 novas soluções). 

Para a soja, serão duas traits com mais tolerância a ferrugem asiática e nematoides e 80 variedades, incluindo tecnologia Intacta2Xtend e variedades para os novos traits. Em relação ao algodão, serão quatro traits, com lançamentos entre 2021 e 2022 de Algodão TLP, com manejo de resistência de plantas daninhas no sistema produtivo e mais 35 variedades com lançamentos em 2020, sendo FM 911 GLTP de ciclo curto e FM 974 GTL de ciclo longo.

Texto: Priscilla Peres
* A reporter viajou para Trindade (GO) a convite da BASF

Deixe seu Comentário

Leia Também

RECURSOS HÍDRICOS
MS mantém destaque nacional no cumprimento de metas da ANA na gestão de recursos hídricos
ENERGIA
Semagro entrega licença de operação para usina inédita movida a biomassa de eucaliptos
TECNOLOGIA
Sem tratamento antifúngico adequado, pecuarista pode perder até um terço da silagem
ECONOMIA
Valor da Produção Agropecuária de 2021 deve ser 12,4% maior que o do ano passado
INOVAÇÃO
Empresário cria cerveja à base de soja
BOLETIM DO SUÍNO
Cotações do suíno vivo caem em janeiro, enquanto valores dos principais insumos da atividade sobe
INTERNACIONAL
Chamada pública conjunta entre Brasil e Alemanha recebe propostas de projetos de bioeconomia
ANÁLISE CEPEA
Exportações de carne suína recuam em janeiro de 2021
MERCADO DO BEZERRO
Indicador do bezerro, em Mato Grosso do Sul, valoriza 60,6% em 12 meses
COLHEITA DA SOJA
Com atraso, agricultores de MS começam a colheita