Menu
Busca sábado, 27 de fevereiro de 2021
(67) 99874-0557
ANÁLISE CEPEA

Apesar de recuo do suíno vivo, poder de compra aumenta

Com as quedas nos preços de milho e farelo de soja, o poder de compra do suinocultor melhorou em algumas regiões

02 agosto 2019 - 07h02Por Esalq/Cepea-Usp*

Em julho, as cotações do suíno vivo registraram movimento de baixa, segundo informações do Cepea. A retração gradativa nos valores pagos pelo animal vivo esteve relacionada, dentre outros fatores, ao menor ritmo de compras por parte das indústrias, principalmente as que exportam. Apesar disso, a média do mês ainda supera a de junho.

continua depois da publicidade
Campanha Estampi Art 01 Square Banner

Com as quedas nos preços de milho e farelo de soja, o poder de compra do suinocultor melhorou nas regiões SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba) e Oeste Catarinense.

Segundo a Equipe de Grãos do Cepea, a baixa nos preços do milho se deve ao avanço da colheita da segunda safra, o que aumenta a disponibilidade do produto no País. Para o farelo de soja, as negociações estiveram mais lentas, pois os compradores que adquirem grandes volumes estavam abastecidos e, em alguns casos, o insumo está sendo substituído por farelo de algodão e polpa cítrica.

*Conteúdo: Cepea/Esalq-Usp
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOLETIM DO SUÍNO
Cotações do suíno vivo caem em janeiro, enquanto valores dos principais insumos da atividade sobe
INTERNACIONAL
Chamada pública conjunta entre Brasil e Alemanha recebe propostas de projetos de bioeconomia
ANÁLISE CEPEA
Exportações de carne suína recuam em janeiro de 2021
MERCADO DO BEZERRO
Indicador do bezerro, em Mato Grosso do Sul, valoriza 60,6% em 12 meses
COLHEITA DA SOJA
Com atraso, agricultores de MS começam a colheita
EVOLUÇÃO
MS registra o 2º maior crescimento de produção de grãos do País, aponta a Conab
MERCADO DO BOI
Importação de gado vivo do Paraguai preocupa criadores de MS
ECONOMIA
Petrobras aumenta preço da gasolina em cerca de 8% nas refinarias
ECONOMIA
Mercado financeiro aumenta projeção da inflação para 3,60%
OPORTUNIDADE!
Agência Rural lança programa de fidelização de anunciantes