Menu
Busca terça, 19 de outubro de 2021
(67) 99874-0557
Campanha Agrinho 11-10 10-09
REPRESENTATIVIDADE

Aliança Agroeconômica lança novo relatório com dados do Centro-Oeste brasileiro

O novo relatório traz entre os destaques a estimativa de vínculos empregatícios na região Centro-Oeste em 2019

12 fevereiro 2020 - 13h28Por Famato*

A Aliança Agroenômica, composta pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Instituto CNA, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul) e Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag), esteve reunida no dia 6 de fevereiro, na sede da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em Brasília, para o lançamento do 4° Relatório Agroeconômico do Centro-Oeste (4º trimestre de 2019) e alinhamento das ações do projeto para 2020.  

continua depois da publicidade
Campanha Agrinho 11-10 10-09

Há um ano do lançamento do grupo, os relatórios trimestrais elaborados com a colaboração técnica das entidades que pertencem ao projeto, têm auxiliado produtores rurais e as organizações ligadas ao setor agropecuário, nas tomadas de decisões.

O novo relatório traz entre os destaques a estimativa de vínculos empregatícios na região Centro-Oeste em 2019. Segundo o estudo a região exibiu saldo positivo de 58,6 mil empregos, no qual, 18,3 mil foram gerados pelo agronegócio, direta ou indiretamente.

Nos destaques também estão as exportações brasileiras bovinas, que registraram recorde no 4º trimestre de 2019. No mês de outubro o Brasil apresentou volume de 197 mil toneladas e receita de US$ 858 milhões, os maiores valores do ano. E grande parte deste volume teve origem o Centro-Oeste, que também registrou alta nos volumes e receita exportada. Mato Grosso teve variações positivas, com aumento de 20,20%.

Além do cenário dos empregos e das exportações de bovinos, o relatório apresenta dados referentes ao preço da soja e do milho, cotações bovinas, estatísticas microrregionais, custo de produção (soja e milho), área, produtividade, mercado interno e internacional, importações e entre outros.

Do Imea participaram o superintendente Daniel Latorraca, o gestor de Desenvolvimento de Mercado, Rondiny Moreira e a analista de Conjuntura Econômica, Vanessa Gasch.

*Fonte: Famato

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAFRA DE MILHO
Com 109 sacas, por hectare, Alcinópolis tem a maior produtividade média de MS, na safrinha
ANÁLISE CEPEA
Com novo reajuste, preço do ovo branco se aproxima do recorde nominal
SAFRA DE SOJA 21/22
Incertezas com relação ao comportamento do clima esfriam expectativas de super safra em MS
MERCADO DA SOJA
Saca da soja acumula valorização de 13% em 12 meses, em MS
MANEJO APÍCOLA
A exemplo das abelhas, gestão e logística são essenciais na multiplicação dos enxames
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Cientistas combinam imagens multiespectrais com raios X para analisar sementes
GESTÃO DE RISCOS
Guia virtual orienta produtores sobre o funcionamento do seguro rural
MERCADO FINANCEIRO
Bolsa cai pelo segundo dia e perde 2,48% em agosto
CRÉDITO FUNDIÁRIO
Prazo para análise de financiamento de imóvel para agricultores familiares diminui para seis meses
ANÁLISE CEPEA
Dados oficiais do IBGE confirmam baixa oferta de animais para abate