Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
(67) 99874-0557
SENAR-MS Campanha Prevenção Incêndios 2021
CLIMA E TEMPO

Março deve começar chuvoso e Meteorologia alerta para possíveis alagamentos

A previsão é do CEMTEC/MS, órgão ligado à Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar

27 fevereiro 2020 - 11h01Por Semagro*

A frente fria que já se estabelece na Região Centro-Oeste do País deve provocar chuvas intensas na primeira quinzena de março, podendo levar alguns rios a transbordar e causar alagamentos. A previsão é do CEMTEC/MS (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima de Mato Grosso do Sul), órgão ligado à Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro).

continua depois da publicidade
ANUNCIO IMPACT 728X60 INSERÇÃO 03 OK
continua depois da publicidade
SENAR-MS  Campanha Prevenção Incêndios 2021

Entre os dias 26 e 5 de março a previsão é que a chuva acumulada chegue a 70 milímetros em grande parte do Estado, sendo que na região Nordeste (Bolsão) o índice pode chegar a 100 milímetros. Na semana seguinte (6 a 13/03) as chuvas continuam fortes nas regiões Norte e Nordeste, enquanto nas demais áreas o acumulado esperado é de até 5 milímetros.

O problema é que o rio Taquari, que passa pela cidade de Coxim, corta a região Norte-Nordeste e já estava com volume de água no limite máximo nessa semana. A Sala de Situação do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), órgão ambiental do Estado vinculado à Semagro, emitiu alerta sobre a iminência do rio transbordar desde a quarta-feira. No início da noite de ontem (27) o rio apresentava volume de água de 4,87 metros (com 5 metros já ocorreria o transbordamento), mas na manhã desta quinta-feira começou a baixar, marcando 4,73 metros.

Caso as chuvas continuem na cabeceira do Taquari (região Nordeste) nos próximos dias, o volume de água pode voltar a subir e ocorrer o transbordamento. A equipe do Imasul está em alerta monitorando o comportamento das águas do Taquari e demais rios do Estado. No Miranda (região do Pantanal) chegou a haver transbordamento em trechos do rio na zona rural no início da semana, mas conforme o boletim da Sala de Situação o volume de água baixou 9 centímetros nos últimos três dias e o rio saiu do alerta.

*Fonte: Semagro

Deixe seu Comentário

Leia Também

MERCADO DA SOJA
Saca da soja acumula valorização de 13% em 12 meses, em MS
MANEJO APÍCOLA
A exemplo das abelhas, gestão e logística são essenciais na multiplicação dos enxames
TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
Cientistas combinam imagens multiespectrais com raios X para analisar sementes
GESTÃO DE RISCOS
Guia virtual orienta produtores sobre o funcionamento do seguro rural
MERCADO FINANCEIRO
Bolsa cai pelo segundo dia e perde 2,48% em agosto
CRÉDITO FUNDIÁRIO
Prazo para análise de financiamento de imóvel para agricultores familiares diminui para seis meses
ANÁLISE CEPEA
Dados oficiais do IBGE confirmam baixa oferta de animais para abate
ECONOMIA
MS tem crescimento populacional acima da média nacional, com agronegócio impulsionando interior
ARMAZENAMENTO
Conab tem 150 imóveis qualificados no PPI; Hortomercados do RJ estão incluídos
PERSPECTIVAS
Conab estima produção total de 289,6 milhões de toneladas de grãos para safra 2021/22