Menu
Busca sexta, 07 de maio de 2021
(67) 99874-0557
Programa de fidelização banner 03
QUEIMADAS

Começa o período proibitivo de queimadas em áreas rurais

O Decreto nº 173 publicado no Diário Oficial de Mato Grosso no dia 12 de julho prevê a restrição do uso de fogo em limpeza e manejo de áreas rurais

16 julho 2019 - 15h51Por Famato*

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) alerta os produtores rurais para o período proibitivo de queimadas que começou segunda-feira (15/07) e segue até o dia 15 de setembro. O Decreto nº 173 publicado no Diário Oficial de Mato Grosso no dia 12 de julho prevê a restrição do uso de fogo em limpeza e manejo de áreas rurais. 

continua depois da publicidade
A DE ABELHA - ALFABETIZAÇÃO 02
continua depois da publicidade
JA Training

A preocupação existe porque nesta época do ano há pouca precipitação de chuva e baixa umidade relativa do ar, o que pode levar a incêndios acidentais. E para prevenir estes acidentes a gestora do Núcleo Técnico da Famato, Lucélia Avi, orienta os produtores rurais a prevenirem e protegerem suas propriedades com a construção e manutenção de aceiros, plano de incêndio, carro-pipa ou pulverizador com água, reservatórios de água em abundância, possuir os telefones de emergência, entre outros. 

De acordo com o decreto, utilizar fogo para limpeza e manejo nas áreas rurais é crime passível de seis meses a quatro anos de prisão, com autuações que podem variar entre R$ 7,5 mil e R$ 1 mil por hectare. A penalidade serve tanto para os crimes praticados nas áreas de agricultura como de pecuária.  

O período de proibição do uso de fogo para a limpeza e manejo de áreas é definido anualmente pelo governo, seguindo as deliberações do Plano de Ações para Prevenção às Queimadas e Combate aos Incêndios Florestais, realizado pelo Comitê Estadual de Gestão do Fogo do qual a Famato faz parte. 

Nas áreas urbanas o uso do fogo para limpeza do quintal é crime o ano inteiro. Os moradores podem denunciar ao Corpo de Bombeiros e nas secretarias de meio ambiente dos municípios. Já os incêndios nas áreas rurais, podem ser denunciados na Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema). 

O uso do fogo nas áreas rurais é permitido fora do período proibitivo desde que autorizado pelo órgão ambiental competente.

*Fonte: FAMATO

Deixe seu Comentário

Leia Também

RECURSOS HÍDRICOS
MS mantém destaque nacional no cumprimento de metas da ANA na gestão de recursos hídricos
ENERGIA
Semagro entrega licença de operação para usina inédita movida a biomassa de eucaliptos
TECNOLOGIA
Sem tratamento antifúngico adequado, pecuarista pode perder até um terço da silagem
ECONOMIA
Valor da Produção Agropecuária de 2021 deve ser 12,4% maior que o do ano passado
INOVAÇÃO
Empresário cria cerveja à base de soja
BOLETIM DO SUÍNO
Cotações do suíno vivo caem em janeiro, enquanto valores dos principais insumos da atividade sobe
INTERNACIONAL
Chamada pública conjunta entre Brasil e Alemanha recebe propostas de projetos de bioeconomia
ANÁLISE CEPEA
Exportações de carne suína recuam em janeiro de 2021
MERCADO DO BEZERRO
Indicador do bezerro, em Mato Grosso do Sul, valoriza 60,6% em 12 meses
COLHEITA DA SOJA
Com atraso, agricultores de MS começam a colheita