Menu
Busca sexta, 18 de junho de 2021
(67) 99874-0557
Campanha Estapi Art 01 super banner
SAFRA 2019/2020

Moagem da cana-de-açúcar em MS atinge 18,5 milhões de toneladas

Quantidade é 7% maior com relação ao mesmo período da safra passada; efeitos da geada devem aparecer nas próximas quinzenas

13 julho 2019 - 09h56Por Biosul*

A safra de cana-de-açúcar 2019/2020 iniciou o novo ciclo com ritmo adiantado em Mato Grosso do Sul. No primeiro trimestre, a moagem da matéria-prima atingiu 18,5 milhões de toneladas. A quantidade é 7% maior comparado à safra passada, que processou 17,2 milhões de toneladas no mesmo período. Os dados fazem parte do acompanhamento da safra divulgado pela Biosul [Associação de Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul]

continua depois da publicidade
JA Training

De acordo com o presidente Associação, Roberto Hollanda Filho, condições climáticas contribuíram para o resultado positivo de produção neste período. Com relação à ocorrência de geada em áreas de cana-de-açúcar no Estado no último final de semana, eventuais impactos devem refletir no resultado dos próximos balanços da safra.  

“Já sabemos que o fenômeno climático foi mais extenso que o esperado. Neste momento, nossas associadas estão com equipes a campo para levantar informações a avaliar eventuais danos aos canaviais, que devem aparecer, se houver, no monitoramento das próximas quinzenas”, explicou.

Etanol e Açúcar

A produção de etanol hidratado teve aumento de 10%, com 938 milhões de litros produzidos no período acumulado da safra. Em contrapartida, etanol anidro registrou queda de 1,4% na produção, com 233 milhões de litros. No total, foram 1,1 bilhão de litros de etanol produzidos pelo Estado [+7,6%].
Já a produção de açúcar teve uma leve recuperação neste primeiro trimestre da safra. Foram produzidas 328 mil toneladas do alimento, quantidade 7,6% maior comparado ao mesmo período da safra anterior.
Apesar da recuperação na produção do açúcar, o mix de produção da safra em Mato Grosso do Sul permanece voltada para etanol, com 85% de destinação da cana.

Biosul

A Biosul – Associação de Produtores de Bioenergia de Mato grosso do Sul - é a entidade representativa da indústria sucroenergética do Estado. Iniciou suas atividades em 2009, com perfil voltado para o associativismo, fruto do interesse setorial em comum do Sindal-MS, Sindaçúcar-MS e Sinergia-MS (Sindicatos das Indústrias de Fabricantes de Álcool, de Açúcar e de Geração de Energia Elétrica de Pequeno e Médio Porte). Atualmente, todas as usinas em operação em Mato Grosso do Sul estão associadas à Biosul.

Fonte: Biosul

Deixe seu Comentário

Leia Também

ANÁLISE CEPEA
Com baixa oferta de animais em peso de abate, preço do suíno vivo sobe
SUA LAVOURA MERECE!
Com 517 cv, Fendt 1000 Vario esbanja tecnologia e é considerado o maior trator monobloco do mundo
BIOTECNOLOGIA
Região Sul-Fronteira de MS é a que mais se dedica ao manejo biológico da soja
70 ANOS!
Eduardo Riedel confirma apresentação nos 70 anos do SRCG
ANÁLISE CEPEA
Alta externa eleva movimentação de soja nos portos brasileiros
MADEIRA
Com grande reserva de madeira, MS tem potencial de exportação para gigantes da celulose
RECURSOS HÍDRICOS
MS mantém destaque nacional no cumprimento de metas da ANA na gestão de recursos hídricos
ENERGIA
Semagro entrega licença de operação para usina inédita movida a biomassa de eucaliptos
TECNOLOGIA
Sem tratamento antifúngico adequado, pecuarista pode perder até um terço da silagem
ECONOMIA
Valor da Produção Agropecuária de 2021 deve ser 12,4% maior que o do ano passado